Tlm. 931 612 825 | Tel. 253 962 739

Bem-vindo à Clínica Veterinária Animal Especial.

A História do Sporting

O Sporting é um cãozinho que aos 9 meses de idade começou a apresentar dor e dificuldade de apoio do membro posterior direito.

Foi diagnosticado com necrose avascular da cabeça do fémur e fez a cirurgia de recessão da cabeça do fémur em novembro de 2021. Contudo, ao contrário do que seria de esperar, já tinha passado cerca de 1 mês e meio e ele continuava a não apoiar o membro.

Os músculos estavam cada vez mais atrofiados, o que começou a preocupar o tutor e os colegas da Clínica Veterinária Bracara Augusta, em Braga (centro veterinário onde o Sporting é seguido). Com esta situação em mãos e não havendo a possibilidade do tutor fazer uma fisioterapia num centro de reabilitação, contactaram-nos no sentido de iniciarmos sessões de electroacupuntura para tonificar a musculatura.

Na avaliação que fizemos segundo a medicina tradicional chinesa constatamos que o Sporting é um cão de constituição Terra, muito doce e meigo. Não apoiava o membro posterior no chão e os seus músculos estavam de tal maneira atrofiados que até o osso femoral estava mais saliente. Assim que avaliamos os pontos de diagnóstico de dor na articulação coxofemoral, verificamos que ele estava com dor muito acentuada no ponto 29VB e o pulso era mais fraco que do outro lado.

Nessa primeira sessão efetuamos:

  • electroacupuntura entre 29VB e 31VB e entre 30VB e 34VB num programa indicado para atrofia muscular
  • e usamos a técnica de agulha seca em:
  • 6B (com a técnica de agulha seca) pretendendo estimular o seu efeitotonificador dos três órgãos yin do membro posterior (rim, baço e fígado).

Foi aconselhado efetuar hidroterapia associada a massagem e fisioterapia em casa.

15 dias depois, na 2ª sessão, foi-nos relatado que o Sporting estava a apoiar cada vez mais o membro e começava a fazer melhor os movimentos na hidroterapia. Apresenta a massa muscular cranial ao fémur mais desenvolvida. Já não manifestou dor
no ponto 29VB, mas queixou-se ao nível do 54V (outro ponto de diagnóstico de dor na articulação coxofemoral). O pulso continuava fraco.

Foi efetuada:

  • electroacupuntura entre 29VB e 34E e entre 30VB e 33VB num programa indicado para atrofia muscular
  • e usou-se a técnica de agulha seca em:
  • 3F – ponto terra de Fígado, ponto que harmoniza o suave fluir do Qi,
  • 54V, indicado para alterações na bacia (nomeadamente necrose avascular da cabeça do fémur) e dores lombares e
  • 25V indicado em dores na região dorsocaudal e lesões musculares do membro posterior.

Ficou combinado continuarem com a hidroterapia e fisioterapia e ficou marcado outro acompanhamento para 15 dias depois.

Sporting a fazer a sua 3ª sessão de acupuntura.
Sporting a fazer a sua 3ª sessão de acupuntura.

No dia 27 de Janeiro os colegas referiram que não notaram muita evolução deste a última sessão para esta e o animal continuava a apresentar muita dificuldade em apoiar o membro no chão. Contudo ao exame físico segundo a medicina tradicional chinesa, verificou-se que o Sporting apresentava os pontos de 29VB e 30 VB sem sensibilidade e mais cheios, o ponto 54V estava sem dor, mas ainda muito deprimido e os músculos apresentavam-se já mais desenvolvidos na região cranial e caudal ao fémur. O pulso estava já mais forte em todas as posições do membro posterior direito.

Foi efetuada:

  • electroacupuntura entre 54V e 40V num programa indicado para atrofia muscular
  • e foi usada a técnica de agulha seca em:
  • 7R – ponto de tonificação de Yang de R,
  • 28V – fortalece o Yang de R, para a dor e é indicado em dores lombares e da bacia;
  • 25V – indicado em dores na região dorsocaudal e lesões musculares do membro posterior.

A quarta sessão foi efetuada a 17-02-2022 e os colegas referiram que desde a última sessão para esta, o Sporting melhorou. Quando começa a andar e anda devagar já apoia o membro no chão. Contudo, noutras alturas ainda continua a levantar o membro.

Na avaliação feita segundo a Medicina Tradicional Chinesa verificou-se que o Sporting apresentava os pontos 29VB e 30VB mais cheios. O ponto 54V estava sem dor mais ainda bastante vazio. O ponto 30E estava doloroso (ponto localizado na região inguinal) – ponto também diagnóstico de dor coxofemoral. Os músculos apresentavam-se cada vez mais desenvolvidos e o pelo estava a crescer uniformemente.

Na sua 4ª sessão efetuou:

  • Electroacupuntura entre 31E e 34E num programa indicado para atrofia muscular,
  • e agulha seca em:
  • 60V – ponto “aspirina” – ajuda a tirar a dor, fortalece a região lombar, indicado em coxalgia e lombalgias,
  • 6H – ponto urgência de Fígado, elimina a dor, fortalece o suave fluir do Qi, indicado em dor nos membros posteriores,
  • 15IG – ponto que trabalha em espelho com o 30 E.

Com estas sessões de acupuntura, conseguimos que o Sporting deixasse de ter dores e fortalecesse a sua musculatura e começa-se a usar o membro.

Se o teu animal está a passar por algum problema de saúde difícil e se pensas que a acupuntura o poderá ajudar, não hesites em contacta-nos pelo 931612825, dentro do nosso horário.