Tlm. 931 612 825 | Tel. 253 962 739

Bem-vindo à Clínica Veterinária Animal Especial.

Cálculos urinários em cães e gatos

Os cálculos urinários, também denominados de urólitos ou “pedras”, são formados devido á aglomeração de um ou mais tipos de cristais. Os cristais urinários formam-se quando a urina está supersaturada por grandes concentrações de minerais, que precipitam secundariamente a fatores predisponentes relacionados ao indivíduo, aos seus hábitos alimentares, entre outros.

Mas afinal quais são os fatores predisponentes para o aparecimento destes cálculos?

  • A supersaturação urinária (é dos principais fatores);
  • A raça e o porte do animal;
  • O volume de ingestão de água;
  • O tipo de ambiente que o animal vive (por exemplo, apartamento);
  • O grau de atividade física;
  • O sexo, geralmente machos são mais propensos;
  • Da espécie, gatos machos e cães de porte pequeno têm maior chance de aparecimento;
  • E o tipo de alimento.

Alguns dos sinais a ter em atenção nesta patologia são os seguintes:

  • Dificuldade em urinar;
  • Sinais de dor ou desconforto ao urinar;
  • Lambedura persistente na região genital;
  • Sangue na urina;
  • Animal urina em locais diferentes do habitual;
  • Animal tenta urinar frequentemente, mas apenas uma pequena quantidade de urina é eliminada;
  • Fraqueza muscular generalizada (principalmente gatos)

Inicialmente, numa consulta Médica em que os sinais descritos sejam os que referimos acima, deverá ser feita uma análise de urina completa (incluindo um cultura para descartar infecção urinária) e poderá eventualmente realizar um exame radiográfico e/ou uma ecografia. Grande parte dos cálculos são visivéis no Raio X mas nem todos, já que vai depender da sua constituição análitica. Geralmente é necessário recorrer a uma cistotomia para a remoção dos cálculos, no entanto em alguns casos é possível o tratamento com antibioterapia. Caso o seu animal apresente algum destes sintomas é de extrema importância contactar o veterinário, pois por vezes estas situações podem ser fatais.

Em maior parte dos casos esta patologia é altamente recorrente, ou seja, pode acontecer mais do que uma vez, portanto o seu animal tiver sido diagnosticado convém ser monitorizado regularmente com check-ups urinários para evitar uma nova formação de cálculos!