Tlm. 931 612 825 | Tel. 253 962 739

Bem-vindo à Clínica Veterinária Animal Especial.

Principais erros de maneio em papagaios

Ter uma ave como animal de companhia é bastante diferente de ter um cão ou um gato. São espécies com uma biologia muito particular e que exigem cuidados específicos. Neste artigo, apresento a informação mais importante relativamente aos cuidados de maneio a ter com psitacídeos/papagaios e os erros mais comuns.

Alimentação
Grande parte das dietas comerciais disponíveis para psitacídeos são à base de sementes. No entanto, estas dietas não são equilibradas do ponto de vista nutricional, uma vez que as sementes, de uma maneira geral, têm grande percentagem de gordura e baixa percentagem de vitaminas e minerias, tais como vitamina A, D, E, B12, cálcio, sódio, ferro, selénio, etc. Apesar de algumas destas dietas terem na sua constituição diferentes tipos de sementes, pedaços de fruta desidratada e pellets, a maioria das aves acaba por selecionar e comer apenas as partes mais “apetitosas” da mistura, que são geralmente as sementes mais ricas em gordura.
As melhores dietas para psitacídeos são aquelas constituídas apenas por pellets homogéneos, uma vez que são equilibradas em nutrientes, vitaminas e mineirais. Hoje-em-dia, estas dietas homogéneas já têm diferentes formulações para diferentes espécies, de maneira a adaptar o tamanho dos pellets ao tamanho do bico da ave e a constituição da dieta às exigencias energéticas e nutricionais da espécie.
Deste modo, a alimentação diária da ave deve ser constituída por 75% de uma dieta comercial homogénea e 20% de frutas e legumes. Os restantes 5% estão reservados para “guloseimas” ricas em gorduras ou açúcares, que podem ser utilizadas para recompensas de treino.
As frutas e legumes mais ricos em nutrientes e vitaminas são aqueles que têm cores mais vivas como a batata doce, a cenoura, a beterraba, a papaia, a manga, etc.

Mas cuidado, porque alguns alimentos presentes nas nossas casas podem ser tóxicos para psitacídeos. São eles o chocolate, o abacate, bebidas com alcoól, a cafeína e as sementes de maçã, cereja, pêssego, ameixa e damasco. Por esta razão, estes frutos devem ser oferecidos sem a semente.

Gaiola
A gaiola deve ser suficientemente grande para que a ave se consiga movimentar à vontade e esticar ambas as asas sem danificar as penas.
Quanto à estrutura, esta não deve ser de chumbo nem zinco, uma vez que são tóxicos para aves.
A base da gaiola não deve ser coberta com serrim ou outras substâncias orgânicas porque, por um lado, criam pó, o que pode causar problemas respiratórios ao papagaio, e, por outro, absorve a humanidade, dando uma aparência mais limpa ao fundo da gaiola, deste modo a frequência de limpeza é menor, o que permite acumulação e proliferação de bactérias que podem causar infeções respiratórias à ave que se encontra sempre neste ambiente.
A gaiola deve ter vários poleiros e de diferentes tamanhos, formas e texturas, permitindo à ave circular e escolher em qual se preferem empoleirar. Poleiros de material orgânico ou não lavável devem ser trocados regularmente.

Brinquedos
O enriquecimento ambiental é muito importante para os psitacídeos, uma vez que se tratam de animais extremamente inteligentes. Deste modo, é essencial a presença de diferentes tipos de brinquedos na gaiola. Contudo, é importante ter algum cuidado na escolha destes brinquedos pois podem causar problemas de saúde. Os brinquedos de corda e pano podem-se desfazer e causar obstruções gastrointestinais quando ingeridos, ou então enrolar-se à volta de um membro e bloquear a circulação sanguínea. Os espelhos nunca devem ser utilizados como brinquedo pois podem causar problemas de comportamento. A ave pensará que o seu reflexo é outra ave e passará a ter comportamentos de corte para com essa ave fictícia ou até mesmo tornar-se agressiva para com os seus tutores humanos.
Brinquedos que permitem esconder comida são muito atrativos e estimulantes pois mimetizam os seus comportamentos normais de procura de comida. Contudo, qualquer brinquedo se pode tornar aborrecido se estiver sempre à disposição. Deste modo, o ideal é ir trocando os brinquedos disponíveis na gaiola.

Bons cuidados de maneio corretamente adaptados a cada espécie são essenciais para que a nossa ave de estimação seja saudável fisica e mentalmente. Só assim podemos garantir que estes seres de duas asas tenham uma vida longa e feliz!

Bibliografia:

  • Schulte Michelle S., Rupley Agnes E. (2004). Avian care and husbandry, Veterinary Clinics Exotic Animal Practice 7, Elsevier Saunders, 315-350;
  • Chitty J., Monks D. (2018). BSAVA Manual of Avian Practice, 1ª Ed., BSAVA.